quarta-feira, junho 27, 2007

Enorme
(da série São João #5)

A "Ilha Grande", na Rua de São Vítor, na antevéspera de São João.

The Waterboys - Islandman

________________________

Hoje, recomendo a leitura de uma série de textos que parecendo abordar temáticas díspares, acabam por falar do mesmo assunto.
Comecem pelo Da Literatura, neste post do Eduardo Pitta que nos chama a atenção que, "para manter o museu [Berardo], o Estado vai gastar três milhões de euros nos primeiros doze meses de funcionamento". Aliás, sobre esta figurinha madeirense, que agora pulula de notícia em notícia, não deixem de ler a Helena, regressada ao Coriscos, neste texto impecável em que constata que: "Joe dispara insultos, ideias e OPAs em todas as direcções e o país pára, desculpa-o, rende-se, estende-lhe a passadeira vermelha e abre-lhe o cofre". Nem deixem de espreitar o Arioplano para contemplar este mimo aos mesmos intervenientes.
Depois, passe pelo jornal Público, e leia as afirmações imbecis do nosso primeiro-ministro na inauguração do referido Museu: "Antes, o roteiro da arte contemporânea acabava em Madrid. A partir de hoje, começa aqui." E, apesar destas declarações, que omitem anos de trabalho e sucesso de Serralves, apagando da agenda cultural aquele que tem sido o farol do país neste domínio, poucas ou nenhumas vozes se levantam, sejam daqueles que apregoam os momentos Chávez, sejam dos que tendo uma oportunidade de pôr o dedo na ferida (leia-se Prós e Contras sobre a Invicta), se apagam, encasulam ou repetem clichés anacrónicos, como tão bem documentam a Helena, o J.A. Rio Fernandes (aliás, com o conhecimento profundo da cidade e dos seus problemas que se lhe reconhece, porque é que não foi convidado a participar no debate em vez dos do costume?), o TBR e o POS.
Fiquemo-nos pois, em tom de humor, pela escrita mordaz (de Miguel Sousa Tavares) e sorridente (do Guardabel) daqueles que pertencem à instituição que provavelmente mais eleva o nome da cidade por esse mundo fora e, que apesar disso, são obrigados a lutar contra tudo e contra todos neste pequeno rectângulo, mas que, ainda assim, galhardamente nos alimentam o ego.

Etiquetas: ,

1 Carruagens:

Blogger PCS said...

O verdadeiro espirito de S. João:)

segunda-feira, julho 02, 2007 2:11:00 da manhã  

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.

Entroncamentos:

Criar uma hiperligação

<< Home